CURSOS • FORMAÇÃO • QUALIFICAÇÃO • MENTORIAS • LIVES

Inscrições gratuitas

Acessibilidade Cultural

Facilitador: Anderson Tabuh 


Anderson (Tabuh) Tavares é pedagogo (UFPE), especialista em Língua Brasileira de Sinais (FAEL) e mestre em Estudos da Tradução (UnB), com pesquisa sobre audiodescrição de histórias em quadrinhos em Língua Brasileira de Sinais. Atualmente é professor adjunto do Centro Universitário de Brasília (CEUB) e professor pela Sinal de Afeto, escola virtual de audiodescrição. Atua com acessibilidade desde 2004 e com acessibilidade cultural desde 2008. Foi Coordenador-Geral do Conselho Nacional dos Direitos da Pessoa com Deficiência (2015-2016), consultor da Unesco (2013-2014) e professor-tutor do bacharelado em Letras-Libras da UFSC (2008-2012).

Sobre o curso


O curso “Acessibilidade Cultural” proporcionará uma reflexão sobre as possibilidades de ampliar as possibilidades de projetos culturais. Ao final deste curso, os participantes conhecerão diferentes caminhos para tornar produtos culturais acessíveis para pessoas com deficiência, e serão capazes de criar projetos culturais que contemplam diferentes necessidades comunicacionais, atitudinais e ambientais.

Data: 08, 15 e 29/04
Horário: 19h30 às 21h30

Inscrições encerradas

Realização

instituto Janela

Produção

beco da coruja

Fomento

gdf

Território Criativo

Nova Temporada

A Nova Temporada do Território Criativo dedica-se a promover qualificação para artistas, empreendedores e agentes culturais do Distrito Federal, por meio de uma ampla oferta de encontros formativos tanto virtuais como presenciais. Como descentralizar é uma das palavras de ordem, as ações serão voltadas, principalmente, para quem atua e reside fora do Plano Piloto.

Entre março e julho de 2021, diversos cursos, mentorias, oficinas e lives serão oferecidos gratuitamente a quem se interessar por adquirir conhecimentos específicos de diversas áreas da economia criativa. O projeto está estruturado sobre cinco eixos:

  • Produção Cultural;
  • Empreendedorismo, Inovação e Tecnologia;
  • Acessibilidade;
  • Bastidores;
  • Imersão Musical.

O objetivo é capacitar o público-alvo para enfrentar o novo presente com um olhar voltado para o futuro: investigar novos caminhos, adaptar, fazer diferente e criar uma nova perspectiva. A proposta busca potencializar as condições de sustentabilidade, considerando o atual cenário de avanço das tecnologias digitais, que vêm introduzindo outros modos de criação, de distribuição e de consumo de cultura, demandando profissionais capazes de lidar com novos desafios.

A formação será ministrada por uma equipe multidisciplinar de diversas áreas, atuante em todo o Brasil, com o propósito de ampliar a visão estratégica dos participantes quanto à dinâmica da economia criativa. Trata-se de uma imersão em sua realidade, por meio da difusão de informação e do estímulo ao empreendedorismo no Distrito Federal.

O Território Criativo - Nova Temporada é realizado pelo Instituto Janelas da Arte, Cidadania e Sustentabilidade, produzido pelo Beco da Coruja, em parceria com a Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Distrito Federal através do Termo de Fomento (MROSC) N.º 56/2020.

História

O Programa Território Criativo, instituído por meio da portaria nº 251/2017, consiste na atuação da Secretaria de Cultura e Economia Criativa do DF para oferecer uma agenda integrada à economia criativa do Distrito Federal. Tem como objetivo fortalecer cadeias e arranjos produtivos intensivos, contribuindo para o desenvolvimento socioeconômico sustentável e integrado da economia local. Por meio de seus eixos de ação, o programa desenvolve recursos e processos formativos voltados para a criação de competências técnicas e gerenciais, o fortalecimento de arranjos produtivos e de mecanismos de apoio financeiro, a difusão de dados, informações e tecnologias, e a promoção de um ambiente de negócios propício ao desenvolvimento estruturado do mercado criativo local.

Facilitadora: Daniele Torres

Daniele Torres é museóloga, com pós em história da arte, gestão cultural e comunicação empresarial. Foi gestora de patrocínios da Vale e coordenadora de projetos da Fundação CSN. Atua há 23 anos com leis de incentivo e captação de recursos. Gestora de projetos e consultora de Investimento Social Privado, é sócia da Companhia da Cultura e do Cultura e Mercado. Foi diretora do Instituto AES. É Conselheira da Comissão de Direito das Artes da OAB-SP.

Captação de Recursos

O curso é um guia rápido para quem precisa comercializar projetos e programas culturais, trazendo conceitos básicos para guiar seu plano de captação, do planejamento à conquista. Com foco prático, auxilia a ampliar o olhar sobre as diversas fontes de financiamento, elaborar projetos e planos de cotas, prospectar e negociar com potenciais patrocinadores.